quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Qual Bandeira Estamos Agitando?

Estes dias ao sair da academia parei em um cruzamento, e uma cena me chamou a atenção, estamos em ano político e tinham muitas pessoas nesta esquina com bandeiras nas mãos, eufóricas, agitando suas bandeiras, gritando o nome do seu candidato, inicialmente eu reprovei aquela cena, balancei a cabeça negativamente, e pensando o quão aquelas pessoas poderiam estar necessitadas por estarem se expondo tanto por tão pouco e como alguns faziam aquilo apenas por gostarem de seus candidatos.

Então o Espírito Santo logo falou ao meu coração, “Esta vendo estas pessoas? Muitas estão com todo este entusiasmo por apenas o dinheiro do pão, outros estão ai apenas por amor a um político, e meu povo o que tem feito por mim? Qual bandeira tem levantado? Qual nome tem exaltado?

Então comecei a lembrar dos tempos do primeiro amor, onde tudo que eu queria era dizer o quanto eu amava a Deus, tempos em que levantamos a bandeira do evangelho com todo amor, com toda dedicação e entusiasmo, em que queremos gritar para que todos ouçam o quão maravilhoso é a presença de Deus nas nossas vidas, tempos em que nos derramamos verdadeiramente aos pés da cruz.

Mas ai o tempo passa, e vamos colocando os nossos afazeres, as preocupações, as contas, tudo é prioridade em nossas vidas, e Deus vai ficando de lado, e aos poucos quando menos percebemos nos tornamos em terra seca, já não temos mais aquela euforia, já não levantamos mais a bandeira do evangelho com o mesmo entusiasmos, nossas orações já se tornaram em sequidão, se tornaram deserto, e ai o problema é o líder, é o pastor, é a igreja, por isso eu te convido a fazer esta oração com o coração quebrantado ao Pai reconhecendo que o problema somos nós e que precisamos do renovo de Deus em nossas vidas para que não venhamos a padecer em meio a este deserto.

“Senhor a minha oração, Se tornou sequidão, Se tornou um deserto, E até a minha adoração, Já não passa de canções, E palavras repetidas, Abre os céus Senhor, E deixa a chuva descer, A terra seca está aqui, A terra seca sou eu... Deixa a água descer, Deixa a chuva molhar, encharcar, encharcar, Esta terra seca”

Que o Senhor venha renovar nossas forças e que possamos levantar novamente a bandeira do evangelho com o mesmo amor, com toda dedicação, que possamos ter prazer em fazer discípulos, em frutificar, que possamos amar a Deus de todo nosso coração, e com toda a nossa alma e de todo entendimento e com todas as nossas forças pois este é o primeiro mandamento.

Deus abençoe sua vida

Por: Marcos Lima – Geração Aliança – Igreja Batista do Bosque

Texto Base: Marcos 12: 30

Música: Terra Seca - Pr. Judson Oliveira

4 comentários:

Hermes C. Fernandes disse...

Parabéns pelo trabalho realizado neste espaço. Já estou seguindo!

Aproveito para lhe convidar a visitar meu blog pessoal, caso ainda não o conheça. E se desejar também segui-lo, será uma honra.

Seus comentários serão sempre bem-vindos lá.

www.hermesfernandes.blogspot.com

Te espero lá!

Barbosa disse...

Irmãos a paz do Senhor Jesus Cristo seja convosco.
É um prazer visitar e comentar neste blog.
Gostaria de aproveitar a oportunidade e mandar um grande abraço ao servo,o Homem de DEUS HERMES FERNADES.
Foi mencionado no último parágrafo deste texto o seguinte:
texto base Marcos 12.30,este versículo diz: Amarás,pois ao Senhor,teu Deus,de todo o teu coração e de todo a tua alma,e de todo teu entendimento,e de toda a tua força;este é o primeiro mandamento.
AMARÁS O SENHOR TEU DEUS.
O que DEUS pede de todos quantos crêem em Jesus Cristo e que recebeu a salvação é o amor devotado; ver Deuteronômio 6.5; Romanos 13.9,10; I Coríntios 13.
- Este amor requer uma atitude de coração,pela qual atribuímos a DEUS tanto valor e estima,que verdadeiramente ansiamos pela comunhão com Ele,esforçamos-nos para obedecer-lhe e sinceramente nos importamos com sua glória e vontade na terra. Aqueles que realmente amarem a DEUS,desejarão compartilhar do sofrimento por amor a Ele,e promover o seu reino e viver em prol da sua honra e dos seus padrões de justiça na terra; ver Filipenses 3.10; I Coríntios 9.23; 6.9,10,33.
- Nosso amor a DEUS deve ser sincero e predominate,inspirado pelo seu amor a nós,mediante o qual DEUS deu seu Filho para nos salvar;nosso amor deve ser idêntico ao amor expresso de Jesus; ver João 3.16; Romanos 8.32; 12.1,2; I Coríntios 6.20; 10.31; 2 Coríntios 9.15; Efésios 4.30; 5.1,2; Colosssenses 3.12,17.
- O amor de DEUS abrange: Um vínculo pessoal de fidelidade e lealdade a Ele;a fé como firme e inabalável liame com aquela a quem fomos unidos pela filiação;o fiel cumprimento da nossas promessas e compromissos para co DEUS;a devoção cordial,expressada em nossa dedicação aos padrões justos de DEUS no meio de um mundo que o rejeita;e o anseio pela sua presença e pela comunhão com DEUS.
DEUS abençõe os irmãos.

O Reino em nós disse...

Oi mano, graça e paz, sempre!

Parabéns pela iniciativa e o conteúdo apresentado em seu blog. Já o estou seguindo.

Aproveito para lhe convidar a conhecer meu espaço e se desejar segui-lo, será uma honra.
Seus comentários também serão sempre bem-vindos.

http://oreinoemnos.blogspot.com/

Aparece lá!

O Reino em nós disse...

Oi mano, graça e paz, sempre!

Parabéns pela iniciativa e o conteúdo apresentado em seu blog. Já o estou seguindo.

Aproveito para lhe convidar a conhecer meu espaço e se desejar segui-lo, será uma honra.
Seus comentários também serão sempre bem-vindos.

http://oreinoemnos.blogspot.com/

Aparece lá!